Assinatura RSS

Arquivo da categoria: artes

Parede de desenhar

Publicado em

… de escrever, rabiscar, apagar, e fazer tudo de novo, e de novo, e de no…

Porque sabe a lousa da escola? Então, agora não são só as escolas que possuem o privilégio de tê-las em suas paredes, agora a gente pode ter em casa também!

É possível encontrar facilmente a tinta certa nas lojas especializadas, existem várias marcas. Procure por tinta de lousa escolar.

E vou lhe dizer mais, esta tinta está sendo usada de forma muito além da parede, viu, é impressionante (ainda bem!) o tamanho da criatividade do povo por aí. A tinta saiu da parede e foi parar em objetos; móveis, e tem pra tudo quanto é função, ó: mandar recadinho; criar agenda do mês; lembrete; fazer lista de compras; anotar receita; pintar o 7; organizar as muambinhas; dizer de quem é qual; declarar amor – poesia, música, e blá blá blá… Ah! O que a imaginação mandar…

Curte aí…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cansou do pretinho básico e do verde oliva de todo dia?

Tem colorido também!!! A linha Chalkboard da marca Hudson Paint possui grande variedade de cores.

Inspirou? Então vai lá e divirta-se!

fotos: reprodução

Anúncios

Micro intervenção: cadeira de escritório

Publicado em

Hoje, num momento pensativo na rua – quando a gente pensa mil coisas uma atrás da outra enquanto espera algo – de repente, me veio no pensamento a minha cadeira de escritório que esta(va) com os bracinhos pedindo arrego. Como assim?

É que a borrachinha dos braços estava descascando há algum tempo, e a cadeira nem é velhinha, deve ter uns 6 anos no máximo e está toda boa, cumprindo muito bem as suas funções, exceto pelos bracinhos descascados.

Tudo explicado, continuo… É que logo com a imagem da cadeira de bracinhos descascados me veio a idéia de encapa-los com tecido. Mas qual? Pensei no que poderia estar sobrando em casa no quesito tecido, lembrei que mandei fazer uma jaqueta na costureira, em breve deve sobrar um brim floralzinho, não pra hoje, pensei mais um pouco… e lembrei!! Sobrou no ano passado a barra de um vestido que mandei cortar um pedacinho, e era perfeito pro que eu precisava, de malha, bem molinho, estica bastante pra ir enrolando em torno dos braços. E a estampa é de: oncinha! Rs.

Não, não ficou cheguei, o tecido é em tons discretos, tem um mesclado bacana, não é a toa que eu uso tanto o vestido a ponto dele pode andar sozinho por aí.

Eis a micro intervenção na cadeira:

Peguei o tecido que era a barra do vestido, que devia ter uns 8cm de altura e de comprimento de 1m a 1,2m, e cortei no meio, ficando com 50cm a 60cm de comprimento por 8cm de altura, cada pedaço.

Aí foi só enrolar cada pedaço de tecido em torno dos braços da cadeira. Como o tecido é de malha e estica bem foi fácil ajustar no braço.  Comecei pela parte de baixo, porque ali também seria o fim que depois eu veria como prender.

Acho que a lycra também deve cair bem para este tipo de trabalho, porque além de ser bem elástico, é um tecido agradável pra pele do braço ficar apoiada, como esta malha que estou usando.

E para deixar preso na parte de baixo do braço, pra ficar escondido, eu finalizei com um nó de cada lado, simples! Nem precisei de cola tudo nem nada. Sem sujeira, sem espera.

E tudo pronto, ficou assim…

E se o tecido fosse comprido e sobrasse muito, deixaria as duas pontas longas lá embaixo, e além do nó ainda faria um laço pra ficar pendurado. Ficaria joia também, mas o tecido só deu para o nó mesmo, e ainda bem que deu. 😉

Uma idéia + 10 minutos de trabalho a custo zero.

fotos: juliana nina

E como é que faz?

Publicado em

Pois é! Esqueci de publicar aqui o passo a passo que eu segui pra fazer o tal do efeito vintage na foto, né.

Eu segui as etapas deste site, está em inglês, mas é super fácil de entender.

Para aquela imagem da casa eu fiz algumas alterações nestas configurações que a autora ensina para que ficasse mais do jeito que eu queria.

Foram elas: na hora que o Gradient Map foi aplicado, a predominância era da cor vermelha, mas eu preferi o verde pra fica mais do jeito que eu queria, então eu marquei o reverse, e coloquei 40% na porcentagem do Blend Mode, pois fui testando as possibilidades e cheguei ao que eu queria  com este valor.

Mas essas opções realmente são editáveis para se adequar ao efeito exato que você quer.

Enjoy!

Esquentando…

Publicado em

Eu quero uma casa no campo
Do tamanho ideal, pau-a-pique e sapé
Onde eu possa plantar meus amigos
Meus discos e livros
E nada mais

Casa no Campo
Elis Regina

Enquanto o site ainda está em fase de formulação, postei o trechinho de uma música que tem tudo a ver com o espírito deste espaço.