Assinatura RSS

Arquivo da categoria: variados

Sem conteúdo temático.

A mesa de Natal

Publicado em

Eu queria deixar pra falar da mesa de Natal mais pra frente, mas estou muito ansiosa para isso, assim como pra falar de ou outro assunto que adoro, as velas, então vou começar logo a matar essa vontade.

Em geral, a gente pensa na mesa quase como pensa na árvore de Natal, pensa em todas as possibilidades de enfeites possíveis, na louça, no que será servido, as entradinhas, copos, taças, talheres… até que chega a um ponto que não é mais possível ver a cor da toalha da mesa.

Então, vamos seguir alguns passos que irá ajudar na ornamentação de uma mesa bacana:

1. Desde que você começou a arrumar sua casa, armar sua árvore, espalhar todos os enfeite e pensar nos mínimos detalhes, você já traçou uma linha de decoração, um estilo, e você seguirá o mesmo na mesa.

2. Observe o tamanho da sua mesa e pense no que realmente é possível que caiba nela. A mesa de centro também está valendo.

3. Definir como o jantar será servido, veja algumas opções:

3.1. Todos sentados e as travessas de comida posicionadas na mesa.

3.2. Todos sentados na mesa e as travessas de servir num buffet, ou uma mesa de apoio.

Veja na foto acima que os talheres foram amarrados com fita em pares de garfo e faca.

3.3. Jantar americano, em que as comidas são postas na mesa, as pessoas se servem e saem para comer com o prato na mão ou no colo, sentados no sofá, cadeiras dispostas, em pé, ou de outra forma que achar melhor. (Ainda tem aqueles que mesmo assim se sentam num cantinho espremido da mesa, né. Rsrsrs)

4. Defina a louça, veja se a quantidade das peças dará para todos os presentes, caso não, complemente com outra que se assemelhe nas cores e estilo, ou que se contraponha, mas que combine e faça harmonia na mesa. Se a opção for o jantar servido na mesa, pode intercalar os tipos de louça.

A louça branca ou com alguns detalhes é quase unanimidade, mas outras cores estão liberadas, tudo depende dos complementos e da decoração do ambiente.

5. A escolha da toalha da mesa depende da cor da louça, se a louça tiver cor mais forte e intensa escolha uma toalha de cor neutra, assim serve para o contrário também. Se quiser a toalha na mesma cor da louça, escolha um tom mais claro e pastel, e caso opte por uma toalha estampada, escolha uma louça de cor neutra e clara ou em uma das cores que tiver na toalha. Repare também no estilo da louça, se é algo mais fino e delicado, merece uma toalha à altura.

Você ainda pode substituir a toalha da mesa por suplats ou jogo americano que deixam a apresentação moderna e informal. Ficam lindos em mesa em vidro ou em madeira rústica. Olha que mimo: clique! Ainda vale usá-los juntamente com a toalha, combinando bem cor e textura com a mesma, lembrando dos princípios acima.

6. Taças e copos. Se você tiver um conjunto completo de taças e copos, para todos os tipos, defina os tipos de bebidas que serão servidos na ceia, vinho, espumante, refrigerante, água, etc. Para simplificar, utilize um copo vertical bonito ou taça arredondada grande para refrigerante, sucos, drinks ou água e uma taça para vinho, ou taça para espumante.

Olha o azul turquesa aqui de novo. Lindo!

Mas se você quiser se aprofundar no conhecimento de tipos de copos para bebidas, clique aqui. Mas lembre-se! Mesmo que vá servir uma grande variedade de bebidas duranta a festa, escolha apenas 2 a 3 tipos para ficarem à mesa, porque não caberá tudo, e faça em outro local – mesa de apoio ou buffet – a disposição das bebidas e variedade de copos.

7. Pense sobre os guardanapos, pode ser de tecido ou papel. Caso seja de papel, para ocasiões especiais, escolha os maiores, de qualidade fina e suave. O branco não tem erro, mas se preferir cores lisas ou estampadas, observe se as cores estão de acordo com a decoração que você está planejando. Para eles também vale a combinação de outra cor ou modelo caso não haja do mesmo tipo para todos os convidados, disponha-os intercalando também. Quando o serviço é americano, eu gosto de dobrar os guardanapos em triângulos grandes, enrolá-los por uma das pontas maiores e coloco vários dentro de taças grandes, então, espalho algumas pelo ambiente.

Mesmo que o guardanapo seja bem simples, invista em porta-guardanapos bonitos, que podem servir para qualquer ocasião. Ou ainda pode fazer pequenos buquês de flores e amarrá-los com laços de fita aos guardanapos. Isso fará toda a diferença!

8. Na minha opinião não pode faltar na mesa de qualquer jantar e não poderia ser diferente no Natal, as velas. Com tanta variedade de cores, tamanhos, detalhes, e formas de apresenta-las, com certeza merecem um post só delas. Eu simplesmente adoro!!

Em breve postarei mais opções de velas.

9. Os enfeites de Natal podem ser colocados espalhados na mesa, como pequenos detalhes que chamam a atenção dos olhos, boa opção se for servir o jantar na mesa e não ocupar muito espaço. Ainda pode reuni-los dentro de potes de vidro, cestos, taças e bombonieres de tamanhos e alturas diferentes. Eles devem seguir o padrão do estilo de decoração que você escolheu para sua casa.

Como exemplo desses enfeites tem as bolinhas ou enfeitinhos que não couberam na árvore da Natal; pinhas que podem ser ao natural ou com pintura metalizada, árvores de Natal em miniatura, bonequinhos… Ah, tanta coisa!

Os enfeites podem ser pendurados na luminária sobre a mesa, é ousado, divertido e não ocupa espaço.

10. E por que não flores? Escolha a espécie que mais gosta e na cor que acha que combinará com a sua decoração, é sempre maravilhosa uma decoração com flores.

A Poinsettia – as flores vermelhas da foto do meio -, chamada de estrela do Natal por causa de seu formato, pode ser encontrada naturalmente nas cores vermelha e branca em floriculturas, mercados, e também artificiais em lojas de decoração, inclusive em outras cores, como dourada e prata. É possível encontrar a artificial até em lojas de 1,99. Se quiser saber mais sobre ela, clique aqui.

foto: reprodução

Anúncios

Já é tempo de Natal

Publicado em

Falta mais de um mês pro Natal, e eu tenho certeza que os amantes da data como eu, já devem estar com suas cabecinhas a mil pensando em como deixar sua casa preparada para receber a família e os amigos. Já sonham em como será a mesa; qual será a comilança; o que terá de novo na árvore deste ano; como pendurar as luzes na varanda, sem falar nos presentes. – Ah! E como decorar O Ateliê, é claro. – E as incontáveis novidades que já estão pipocando, ou melhor, fervilhando pelas lojas da cidade?! Vamos, não dá pra deixar pra última hora.

Irei publicar em partes algumas inspirações e dicas de Natal, porque é tanto material que fui juntando e idéias surgindo que este post seria astronômico, então farei separando por temas, ou tentando já que é tanta coisa maravilhosa puxando uma a outra.

Hoje deixarei só um cadinho de água nos olhos – sim, digo nos olhos porque não falarei de comes e bebes desta vez (ainda!) -, e dando aquele empurrãozinho nos que não fazem idéia alguma, e nos que até fazem, mas estão com aqueeela preguiça.

Eu amei uma novidade nas cores dos enfeites e decoração para o evento. Os tons verde água e azul piscina que já estão brilhando na moda vestuário e na decoração de ambientes – e até no cabeçalho do bloguinho (rsrsrs) -, é a cereja do bolo neste Natal.

O tom suave e alegre juntamente com o branco e a prata conferem um ar clean e despojado.

Enfeites em tecidos diversos que conversam entre si e com cara de feitos a mão estão em alta também.

Essa combinação de cores é um graça, pra quem quer fazer tudo diferente este ano, ou irá comemorar a data pela primeira vez na casa nova, vale a pena esta brincadeira. Eu diria que esta combinação merece ir além do Natal.

Adorei! E você?

Aguarde que vem mais…

Trenas temáticas

Publicado em

Uh-la-lá!! Quem diria que a nossa boa e velha conhecida trena apareceria de cara nova, ou melhor, repaginada! Rs.

Pesquisando umas coias na web, sem querer me deparei com uns modelitos fashion, tem os engraçadinhos, também tem os de peruinha.

São do modelo pocket, de 1m a 1,5m,  daqueles que a gente carrega na bolsa, ou pendurado no chaveiro e leva pra todo lugar pra medir o que tiver pela frente, coisa de arquiteta, né. Bom, ou pra quem simpatizar, vai. 🙂

E eu quero uma!!

Onde comprar

Pode-se encontrar alguns modelos pra vender aqui, alguns outros são encontrados na Tok&Stok. Pesquisando, obtive a informação que também tem em uma loja no Shopping da Gávea, pra quem mora no Rio. E você encontra vários outros modelos bacaninhas no site da boutique de design Pylones. Esta loja é um achado, tem tanta coisa bacaninha que ainda farei um post sobre ela aqui.

fotos: juliana nina e reprodução

Movimento rosa

Publicado em

O ateliê apoia o Movimento Rosa que semeia a idéia de um mundo mais otimista, solidário e feminino, e que elegeu o mês de outubro para se manifestar juntamente com a campanha mundial de incentivo das mulheres ao cuidado pessoal contra o câncer de mama.

 

foto: juliana nina

A primavera chegou…

Publicado em

… e posto aqui imagens das orquídeas que fotografei no orquidário que visitei em Teresópolis no dia do meu aniversário, 25 de setembro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

fotos: juliana nina

Tecnologia pra lá de alta!

Publicado em

Projeto do trem bala na China. Uma inovação da nova locomotiva chinesa: descer do trem sem que ele precise parar!

Não há tempo a ser desperdiçado. O trem bala está se movendo o tempo todo. Se existem 30 estações entre Pequim e Guangzhou, parar e acelerar de novo em cada estação vai fazer perder energia e tempo. Uma parada de 5 minutos por estação (passageiros idosos são naturalmente mais lentos) resultará em uma perda total de 5 min x 30 estações, ou 2,5 horas de tempo de viagem do comboio.

Os chineses são inovadores o suficiente para chegar a um conceito de trem sem paradas. Os passageiros embarcam, na estação, em uma cabine conectora antes que o trem chegue. Quando o trem chega, ele não vai precisa parar. Ele apenas diminui a velocidade para pegar a cabine conectora que vai se acoplar ao teto do trem.

Depois dessa acoplagem, os passageiros deixam a cabine conectora e descem para o interior do trem. Após o embarque, a cabine será movida para a traseira do trem, para ser ocupada pelos passageiros que querem descer na próxima estação. Quando o trem chega na estação seguinte, ele deixará a cabine conectora na estação. Os passageiros assim desembarcam na estação sem a necessidade do trem parar. Ao mesmo tempo, o trem vai pegar os passageiros de uma outra cabine conectora, com novos passageiros.

Assim, o trem terá sempre uma cabine conectora na parte traseira do teto (para desembarque) e uma cabine conectora na parte dianteira do teto (para embarque) em cada estação.

Isso não é “pensar fora da caixa”? Veja o vídeo ilustrativo.

Simples né? hehehe

Enquanto sonhamos, nos nossos sonhos mais ingênuos,  um dia andarmos de Trem Bala no Brasil; esperamos o dia em que finalmente os VLT’s serão implantados – teoricamente prometidos para a Copa de 2014-; ou a ressurreição do famoso Trem de Aço Rio-São Paulo, os chineses já estão, simplesmente, pensando numa forma de fazer o trem bala não parar para ganhar mais tempo.

É, a alta tecnologia nos espera bem lá na frente.

vídeo: reprodução

Esquentando…

Publicado em

Eu quero uma casa no campo
Do tamanho ideal, pau-a-pique e sapé
Onde eu possa plantar meus amigos
Meus discos e livros
E nada mais

Casa no Campo
Elis Regina

Enquanto o site ainda está em fase de formulação, postei o trechinho de uma música que tem tudo a ver com o espírito deste espaço.